You are here
Home > Notícias > Futebol > Chuva de Gols no Nicolau Alayon

Chuva de Gols no Nicolau Alayon

O Nacional goleou o Penapolense por 6 a 0, em partida válida pela 11ª. rodada do Campeonato Paulista da Série A2, realizada no Estádio Nicolau Alayon, na tarde de quarta-feira (07/03).

Com este resultado, o Naça soma 20 pontos e garante a entrada no G4.

O Jogo

Logo aos 03 minutos de jogo, o Penapolense levou perigo à meta de Maurício, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. A resposta do time da casa veio aos 06 minutos, depois de uma bobeada da defesa adversária, Bruno Xavier roubou a bola e bateu forte para o fundo da rede: Naça 1 a 0.

O time da Barra Funda continuou pressionando e, aos 16 minutos, quase marcou, mas a zaga de Penápolis conseguiu cortar a jogada.

Aos 18, após excelente jogada pela direita, Bruno Xavier anotou o segundo gol da partida.  Dois minutos mais tarde, Emerson Mi bateu com categoria e colocou para o fundo da rede. Naça 3 a 0.

O Nacional seguiu investindo no ataque e aos 25, em mais uma boa jogada pela direita, Bruno Nunes marcou o quarto gol dos donos da casa.

O Penapolense tentou reagir e, aos 26 minutos, obrigou o arqueiro Maurício a fazer uma boa defesa. Nos minutos seguintes, a equipe de Penápolis ainda teve mais duas oportunidades, mas esbarrou na excelente atuação de Maurício.

A pressão do Nacional continuou, Caio Mendes, pela lateral, levava perigo e o time da casa perdeu mais duas oportunidades de ampliar o placar com Bruno Xavier e Bruno Nunes.

Na volta do intervalo, Tuca Guimarães substituiu Naldinho por Bruno Xavier. O time do interior realizou dois contra-ataques, mas Maurício bem posicionado fez grandes defesas.

Aos 08 minutos, Naldinho chutou forte e a zaga interceptou a bola que ainda bateu no travessão e foi para escanteio.

Aos 15 minutos, o Nacional chegou com Caio Mendes, que bateu em cima do goleiro. Aos 18, foi a vez de Naldinho perder uma grande oportunidade. Aos 20, após passe perfeito de Emerson Mi, Thiago Santos ficou cara a cara com o arqueiro adversário e apontou o quinto gol no Nicolau Alayon.

Então, Tuca Guimarães promoveu mais duas alterações: saiu Everton Silva para a entrada de Vitor Braga e Bruno Nunes deu lugar para Luiz Henrique.

O Naça se manteve forte no ataque. Aos 38 minutos, fez boa jogada e teve duas chances de marcar com Emerson Mi e Vitor Braga, mas foi Luiz Henrique que acabou enfiando para o fundo da rede, apontando o sexto gol: Final da partida Nacional 6 x 0 Penapolense.

De acordo com Tuca Guimarães, o placar foi consequência de tudo que foi apresentado na partida. “Deu tudo certo, o que planejamos para o jogo surtiu efeito, fizemos o gol rápido, construímos as melhores ações, conseguimos dominar o jogo e foi questão de circunstância dilatar o marcador”, disse.

Na próxima rodada, sábado (10/07), o Naça enfrenta o Audax, às 17h00, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco.

Escalação:

Nacional

Maurício; Thiago Camara, Jeferson, Everton Dias e Caio Mendes; Everton Silva (Vitor Braga), Rodrigo Souza, Thiago Santos e Emerson Mi; Bruno Xavier (Naldinho) e Bruno Nunes (Luiz Henrique).

Técnico: Tuca Guimarães

Penapolense

Veloso (Bruno); Grafite,Tiago Gasparetto, Fandinho e Denis Neves; Marcelo Bispo, Copetti, Jefferson Maranhão (Jussandro) e Branquinho (Nilo); Leandro Love e Tauã.

Técnico: Thiago Oliveira

 

Fotos: Ale Vianna/ Divulgação Nacional

Deixe uma resposta

Top