You are here
Home > Notícias > Futebol > Naça conquista sua primeira vitória fora de casa

Naça conquista sua primeira vitória fora de casa

O Nacional brilhou na noite de segunda-feira (12/02), na Arena de Barueri, ao vencer o Oeste por 2 a 1, em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Os gols foram anotados por Bruno Xavier e Bruno Nunes.

A equipe da Barra Funda, comandada no banco de reservas pelo treinador interino Ricardo Silva e sob os olhares do recém contratado Tuca Guimarães, na arquibancada, alcançou 10 pontos e assumiu provisoriamente a 6ª colocação da tabela.

Sobre a atuação da equipe nessa primeira vitória fora de casa, Tuca Guimarães declarou: “Planejamos uma forma de jogar, até baixando um pouco a linha em função do que íamos encontrar, e graças a Deus funcionou. Nosso time foi efetivo com a bola na organização, acabou marcando muito forte e em um lance de bola parada acabou sendo surpreendido, em uma situação que vamos corrigir ainda, mas o principal é sair com os três pontos neste momento importantíssimo da competição”.

O Jogo

A primeira chance da partida foi aos 10 minutos, quando o atacante do Oeste chutou forte por cima da meta de Felipe.

O Naça respondeu um minuto mais tarde com um belo chute de Emerson Mi que saiu pela esquerda do goleiro rival.

Aos 13 minutos, Caio Mendes cruzou na área, a bola bateu no zagueiro adversário e sobrou para Bruno Xavier mandar para o fundo da rede, abrindo o marcador em Barueri.

Depois disso, o time mandante saiu para o ataque e teve duas boas chances: aos 25 e aos 28, quando Felipe fez grandes defesas impedindo o empate do Oeste.

Aos 31, Emerson Mi lançou a bola para Bruno Xavier que quase marcou, se não fosse a boa saída do arqueiro adversário que bloqueou a jogada.

Aos 33, após forte chute do volante do Oeste, o goleiro Felipe evitou o gol colocando a bola para escanteio.

Aos 39, em bela jogada, Emerson Mi tentou o arremate, mas a zaga tirou a bola para escanteio.

Aos 43, Caio Mendes novamente cruzou na área e o próprio Mi chutou na trave.

Na volta do intervalo, o Oeste foi para cima do Nacional para tentar reverter o resultado e, logo aos 03 minutos, o atacante rival obrigou Felipe a fazer uma excelente defesa, desviando a bola para escanteio. Em seguida, na cobrança de escanteio, o jogador do Oeste subiu mais alto que a zaga e, de cabeça, conseguiu igualar o marcador.

Aos 13, mais uma vez Felipe salvou o Naça, impedindo que o adversário ampliasse o placar.

O jogo continuou bem movimentado e o interino Ricardo substituiu Samuel Balbino por Rodrigo Souza.

Minutos mais tarde, Douglas chutou com perigo e o goleiro da casa colocou a bola para escanteio.

Aos 22, mais uma vez, de cabeça, o time mandante levou perigo para a meta de Felipe. Aos 25, o goleiro do Naça ainda defendeu mais um forte arremesso.

Aos 26, Naldinho deu lugar para Bruno Nunes, que logo no seu primeiro lance, após cobrança de escanteio de Douglas, apontou, de cabeça, e saiu comemorando o segundo gol do Nacional.

Aos 27, os jogadores do Oeste reclamaram do árbitro por marcar impedimento, anulando assim o gol de empate dos mandantes.

Foi então que Ricardo promoveu mais uma substituição: Everton Che entrou no lugar de Emerson Mi.

O time da casa não desistia e procurava explorar o ataque. Aos 37, o árbitro assinalou pênalti contra o Nacional, que foi desperdiçado pelo jogador do Oeste.

O mandante continuou pressionando e, aos 40, perdeu a chance de marcar, quando o atacante arriscou um chute forte, mas a bola saiu à esquerda de Felipe.

Aos 43, o Oeste ainda cobrou uma falta perigosa que passou rente ao travessão, assustando o goleiro do Naça.

Nos acréscimos, após cobrança de falta, o jogador do Oeste ainda tentou de cabeça, mas a bola saiu para fora. Final da partida: Oeste 1 x 2 Nacional.

O Nacional volta a campo para enfrentar a Portuguesa de Desportos no próximo sábado (17/02), às 16h00, no Estádio Nicolau Alayon.

Escalação:

Oeste

Wendel; Daniel Borges, Joílson, Leandro Amaro e Bruno Lopes (Wallace); Lídio (Leonardo), Betinho e Mazinho; Raphael Luz, Marion (André Vinícius) e Nicolas Careca.

Técnico: Roberto Cavalo.

Nacional

Felipe Lacerda; Douglas, Jefferson Souza, Everton Dias e Caio Mendes; Ferdinando, Thiago Santos e Rodrigo Souza (Samuel Balbino); Emerson Mi (Everton Cleiton); Bruno Xavier e Naldinho (Bruno Nunes).

Técnico: Ricardo (interino).

Fotos: Ale Vianna/ Divulgação Nacional

Deixe uma resposta

Top